Como interpretar um mapa de calor?

O mapa de calor é uma ferramenta importante para analisar métricas de um site e também para estudar possíveis melhorias. Neste post, explicaremos como podemos analisar os dados obtidos através de heatmaps em softwares como o Hotjar.
Imagem com fundo lilás com ícones representando o mapa de calor.

Quando decidimos analisar um site usando mapas de calor, precisamos pensar em diversos fatores como modelo de negócio e público. O uso da ferramenta ajuda a mensurar dados importantes para melhorias de interface e usabilidade de produtos digitais, mas como podemos fazer essa análise? 

Por onde começar

Existem muitos motivos para decidir aplicar um mapa de calor. Quando decidimos fazer uma análise desse tipo, precisamos elencar o que queremos descobrir e quais dados precisamos levar em consideração. Os mapas de clique e scroll podem ser analisados de maneira isolada ou com outros métodos, como o Google Analytics, ou em conjunto com uma análise heurística ou de benchmarking. O recomendado é que usemos dados combinados para ter um resultado mais acurado.

Para além disso, precisamos saber quais são os problemas que queremos descobrir ou provar com o uso da ferramenta. Por exemplo: vamos supor que seu site está com baixa conversão, e você não consegue descobrir o motivo, mesmo que ele tenha grande número de acessos. Podemos aplicar um modelo de mapa de calor para verificar se ele tem muitos cliques em um determinada área ou se os clientes estão chegando até a caixa de contato, mas seria uma análise superficial. O melhor é que esses dados sejam cruzados ou outros, como, por exemplo, uma análise da taxa de rejeição, taxa de saída e análises de comportamento de usuário do Google Analytics. 

Mapa de Scroll

No mapa de scroll temos as cores do espectro de forma gradual: o mapa começa com a cor vermelha, mais quente, e vai até o violeta, cor mais fria, conforme os usuários deixam a página. É natural que o mapa comece com a cor vermelha e permaneça com a cor vermelha no espaço onde temos o cabeçalho. 

Quando temos uma mudança muito brusca de cor, como do vermelho pro verde, indica que o site está tendo um alto abandono antes de que ele chegue ao final da página. Neste caso, precisamos avaliar dados como o conteúdo do site e sua organização.

Mapa de clique

No mapa de clique temos a indicação de calor por áreas: quanto mais quente a mancha de cor indicada, maior a quantidade de cliques. Esse mapa é muito útil para medir se um botão ou link está tendo o comportamento esperado. Por exemplo: um site de um prestador de serviços tem um botão que leva para uma página de contato. Neste caso, esperamos que o comportamento natural da pessoa usuária seja clicar para entrar em contato. Quando isso acontece, o botão aparece em destaque no mapa, com uma cor mais quente. Quando isso não acontece, o botão aparece no mapa com uma cor mais fria, podendo até mesmo aparecer sem destaque no mapa. 

Quando observamos um problema como o do exemplo, precisamos verificar se existe um problema na usabilidade do site ou um problema na arquitetura de informação, que faça o cliente não chegar até a página de contato. Podemos também cruzar os dados com outras ferramentas e métodos de pesquisa como o Google Analytics e Avaliação Heurística, verificando qual a taxa de rejeição de um site e seu número de visitantes.

Mapas de movimento

O mapa de movimento ou hover maps é uma ótima ferramenta para analisar como as pessoas se comportam ao usar o seu site. Analisando o fluxo de movimento, conseguimos verificar se o layout do site facilita a experiência e avaliar possíveis mudanças de design. Esse tipo de mapa pode ser aplicado junto com análises heurísticas e análises de benchmarking para complementar algumas informações obtidas para estudar alterações de design e até a construção de novas interfaces.

Aprenda mais sobre UX Research

Aprenda mais sobre UX Research em outros artigos da Tuia:

O que é Mapa de Calor e quando utilizar

Como funciona o teste de usabilidade remoto

Como é a cultura de pesquisa dentro da Tuia

Mapa de calor na Tuia

Na Tuia, usamos o Hotjar para gerenciar e criar mapas de calor em projetos de nossos clientes, a fim de validar e trazer novas percepções em relação a uma interface. 

Para facilitar o entendimento dos stakeholders, fazemos um relatório a partir das imagens geradas dos mapas. Assim, nossos clientes conseguem ter uma visão em relação ao desempenho do seu produto quanto a usabilidade do usuário. Por ser um método de pesquisa quantitativo, sempre indicamos os números totais de visualizações e cliques por página, e depois analisamos a quantidade dessas interações em cada seção, com sugestões de melhorias em casos problemáticos.

Se você se interessa pelo nosso método de trabalho e quer auxílio no uso e interpretação de mapas de calor, agende uma conversa com a gente para conhecer nosso serviço.

Também nos acompanhe em nossa página do LinkedIn e no Instagram.

Serviços relacionados

Conheça alguns dos nossos serviços relacionados

Contato

Quer melhorar seu produto ou serviço? Entre em contato e agende uma conversa com a gente.

Você também pode entrar em contato por e-mail ola@tuia.me ou pelo whatsapp (11) 94011-5017.